post-Encontro-Despedida.png

O Projeto Acolher Perdas e Luto lançou a campanha "ENCONTRO COM A DESPEDIDA" para que familiares e amigos pudessem escrever uma carta de despedida ao seu ente querido que partiu em consequência da Covid-19.  Quantas famílias não puderam entrar no hospital, ou não puderam fazer parte do enterro e muitas vezes nem puderam se comunicar com seus entes queridos?

No dia 18 de abril, às 18h (Brasília), vamos ler algumas cartinhas na LIVE que será realizada com a participação de Raquel Trevisi que vai contar a sua experiência de ter passado pela Covid-19, e também vai nos falar sobre a sua iniciativa de fundar o projeto COM.VIDA para apoiar as pessoas que sobreviveram ao Covid-19, e que precisam de tratamento para se recuperar. Participem desta campanha conosco!

A seguir, listamos respeitosamente e amorosamente,  as cartas que recebemos neste período:

De: Ana Cristina

Para: Sérgio Esteves Medeiros de Barros

Oi,Se espero que vc esteja bem ,a saudade é nossa companhia mas quando penso em vc ,ou quando mando orações e amor pra vc fico com o coração mais leve, te amo e te amarei para todo o sempre e muito obrigada pelo seu imenso amor comigo minha alma gêmea..De sua sempre Cris...

De: Andreza C Dougherty

Para: Jacy Natália

Tia Jacy, minha amiga e mãe adotiva quando fiquei sabendo da sua partida eu levei um susto, parei e comecei a lembrar da sua voz e do seu sorriso dizendo "Dêeee", quando eu te ligava ou quando eu ia te visitar. Dava para ver a sua alegria e meu coração se aquecia de tanto amor que emanava do seu sorriso. Você foi uma fonte de amor e carinho pra mim. Eu nasci de outra barriga mas você me adotou quando eu tinha 18 anos e cuidou de mim como sua filha. Quando a Melissa me falou da sua partida, ela não exirou em dizer que " nossa mãe tinha partido". Esse "nossa mãe" faz toda a diferença pra mim. Porque você é nossa mãe, você era mãe de todos em sua volta. Você não era somente grande de altura mas de coração também. Uma mãe gigante de amor, afeto e carinho. Minha florzinha meu coração ficou triste com a notícia porque não pude te dar um abraço de despedida mas também com uma certeza... A gente nunca perde quem vive dentro da gente!! Te amo, te amo por toda eternidade!! 💓 Sua filha baixinha. Andreza

De: Dinaira Francisca da Costa Silva

Para: Moraes César Bezerra da Silva

Boa tarde amor! Estou aqui me despedindo de você através desta carta do Projeto Acolher- Perdas e Luto. A covid impediu-nos de dar nossos últimos ritos de despedida. engraçado escrevemos tantas cartas um ao outro quando namorávamos, nelas existia sentimentos de alegrias, esperanças e projetos. Nesta saudades, tristezas e despedida. Ambas tem algo em comum o sentimento mais bonito o meu amor por você. Como te esperei entrar aqui em casa! Larissa preparou cartazes para você, guardamos a cartinha da Cláudia para te entregar. Arquivei todas as mensagens pra você ler e você não veio. Você foi sem meu abraço e meu último adeus, mas não foi e não está sem meu amor, porque esse é o sentimento mais puro e bonito que tenho. Daí do céu juntinho de Deus! ouça o que te falo todos os dias, receba meus abraços, beijos e todo carinho. Doi, doi estar aqui sem você. Me ensina a viver sem você, assim como você me ensinou tantas coisas. E ainda falava :"amor vamos fazer juntos, pode ser que um dia você não terá eu." Orei tanto, para que você recebesse o milagre da cura. Deus o curou do jeito dEle. Te amei, te amo e te amarei aqui e no céu. O que me consola é saber que você foi um homem bom ,muito humano, solidário, generoso e muito alegre, nunca se abatia até vir essa covid e tirar vc de nós. Até qualquer dia meu único e eterno amor. Dinaira

De: Elaine Aparecida da Silva

Para: Lázaro e Tereza

Queridos PAIS: Lázaro e Tereza Eu renovo meu SIM a vocês. A morte por COVID mudou nossa história de forma inesperada e repentina. Tão jovens! São os mistérios. Eu sinto muito pelo que não foi bom entre nós. Sempre tive muitos planos, mas em tudo que eu viver, vocês estarão incluídos. Gratidão pela vida e pelos meus irmãos. Somos a continuidade da vida, fruto do amor de vocês e a fortaleza uns dos outros. A Cada dia me encho mais dos tesouros que transbordam de vocês: Paciência, Honestidade, amor ao trabalho e alegria de viver. Levá-los-ei para sempre em minh’alma.

De: Fabrícia Kelly Teixeira Marques

Para: Marta Helena Moreira Alves

Mãe, acreditando sempre no nosso encontro de almas, nós escolhemos ser Mãe e filha. Eu te escolhi para ser minha guardiã, confidente e eterno amor. Fizemos tantos combinados, alguns conseguimos realizar, outros ficamos pendentes nesta existência. Durante sua permanência aqui no plano terrestre, nós tivemos a oportunidade divina de estar ressignificando nossa relação, preservamos a união de nossa família, um dos ensinamentos preciosos que fortaleceu nossa relação, lutamos juntas para estruturar tudo que temos. Faço parte de um legado de amor, sabedoria, perseverança que com sua forma autentica me ensinou. Expresso a minha gratidão diante dessa carta carinhosa, com informações especiais de uma história real de realizações e aflições durante nossa jornada. Aprendemos com os desafios, erros e acertos durante nossa trajetória, nada foi em vão cada detalhe tem um significado essencial para a construção do que me tornei, peço-lhe perdão pelos momentos em que a minha imaturidade foi maior que as decisões que eu deveria ter tomado, houve decepções, erros e não poderia deixar de dizer que ainda que eu apresente minha pior versão, você nunca desistiu de mim. Foi no amor incondicional, nas orientações necessárias, com seu jeito algumas vezes dura e áspera que eu aprendi a ser uma pessoa melhor, que privilegio eu tive de tornar uma filha melhor ao seu lado, de cuidar de você, proporcionar alegria, fazer com que sentisse orgulho, ao ver, eu sendo protagonista da minha história, seu olhar de admiração está guardado em meu coração. A relação de confiança que construímos tem como base o reconhecimento da hierarquia familiar, respeitando o seu espaço e calando mesmo quando eu achava ter razão, aprendi a silenciar, deixando a razão de lado para ter realmente paz e união. O covid-19 veio mais uma vez trazer uma lição, uma mensagem difícil de ser compreendida. Reconhecemos nossas fragilidades, diante de uma ameaça invisível, que pode levar nossa presença de entes queridos, sentimos a impotência diante das diversas situações que enfrentamos, nos colocamos em um lugar de seres finitos e pequenos, quando na verdade o movimento proposto e muito maior. É esse movimento Mãe querida que vou compartilhar neste momento, deixando o egoísmo de lado, pude libertar as dores da minha alma, de querer ter sua presença física a qualquer custo na terra. A intimidade que tenho criado com meu poder superior vem com os ensinamentos do covid-19 e sua passagem, abandonando os julgamentos de meus pontos de vista fixo, confiando que existe algo melhor para nós, que não tem a ver com a materialidade e sim com espiritual. Seguindo seu legado honrando seus ensinamentos sendo sua sempre filha, Mãe de nossos filhos, Esposa amorosa, a pessoa de amor que sempre fui, sem perder a essência que sua criação me proporcionou. Minha despedida e recheada de saudades, esperança de nosso reencontro, com oração da serenidade: Deus, concedei-me serenidade para aceitar as coisas que não posso modificar, coragem para modificar, aquelas que eu posso e sabedoria, para reconhecer as diferenças. Vou seguindo um dia de cada vez! “Como é grande o meu amor por você! Nunca se esqueça nenhum segundo que eu tenho amor maior do mundo, como é grande o meu amor por você”. Te amo minha sempre Rainha

De: Flávia Beatriz Rodrigues Prisco da Cunha

Para: Léa Mesquita Rodrigues

Minha amada avó Léa, desenvolvi uma ligação muito forte com você. Admirava sua sabedoria e suas palavras me serviam de inspiração. Apesar da distância de nossas moradas, sempre fomos muito próximas uma da outra. Sinto pelos últimos anos de sua vida. Se dependesse de mim, tudo seria diferente. Mas, há algo maior que ninguém tira de nós, vovó: o amor. Quando meu pai partiu para o mundo espiritual, foi preciso te avisar, porque não há como uma mãe ser privada da partida do filho. Vinte dias depois, o COVID também te levou. Não pude ir ao Rio para te dar um último abraço. Nem ao menos tive oportunidade de recuperar cartinhas, fotos, e outras lembranças que eram só nossas. Jogaram tudo fora. Mas o tempo ressignifica tudo e por mais que eu tenha sido impedida de ter um pouquinho de você em matéria, nunca conseguirão me impedir de amá-la e de ter o seu amor. Que perdure tudo de bom que vivemos: nossas brincadeiras de cabra-cega; nossas idas ao bate-bate; nossas longas conversas ao telefone; nossas gargalhadas juntas; que é o que verdadeiramente importa. Receba meu carinho e o meu amor, vovó. E que, um dia, eu possa te abraçar novamente. Com amor, Flávia Beatriz.

De: Flávia Beatriz Rodrigues Prisco da Cunha

Para: Anael Carlos Rodrigues

Todos nós pegamos COVID, mas por desígnios maiores, você foi chamado para a vida espiritual. Embora eu saiba que não cai uma folha sequer sem a permissão de Deus, não é fácil seguir sem você. Sou grata pelo legado que você deixou, por todas as orientações e conselhos que sempre me deu, por todas as palavras e gestos de amor, pelas brincadeiras... Obrigada por ser meu pai e, acima de tudo, meu grande amigo. Sigo recebendo elogios que me enchem a alma de alegria. Dizem que sou muito educada e sempre que ouço isso, lembro-me de você, meu exemplo de vida. Fui presenteada com um pai educado, gentil e íntegro, que apesar de não estar fisicamente comigo, está mais vivo do que nunca em meu coração. Não imaginei que passaríamos por isso, mas sei que você está bem e prometo que também ficaremos. Não se preocupe conosco. Nós o amamos muito. Nosso amor é eterno! Deus te abençoe e permita que esta carta chegue até você. Amo-te muito. Sua sempre filha, Flávia Beatriz.

De: Flávinha

Para: Pedro Rodrigues

Pai a vida ficou sem graça sem o Senhor por aqui! Não nos dissemos adeus mas acredito que nos separamos para que a vida nos dê um reencontro feliz. A saudade será eterna...Daria tudo ,faria qualquer coisa pra almoçar mais uma vez ao seu lado, o dia de sua partida me marcou muito, porém não mais do que o tempo em que passamos juntos. E no peito é só saudade da amizade, daquele abraço de verdade, chegou a hora Deus assim quis...Vai com Deus Pai já cumpriu lindamente a missão seja luz lá no céu vira constelação. Até Sempre Pai!

De: Johnny

Para: Maria Lucinea

Oi Mãe! Eu não pude te tocar, não pude estar perto da senhora, não pude te abraçar, te beijar e nem te visitar. As notícias eram dadas por telefone e a espera era bastante angustiante... aquela espera fazia todo o meu coração e a minha mente ficar desnorteados, era como se eu tivesse vindo à lona... um verdadeiro "NOCAUTE"... Aquele último telefonema as 06:00h da manhã foi a pior notícia de minha vida. Naquele momento meu mundo inteiro desabou, me senti só em meio a meus filhos e minha esposa. Eu não tinha ninguém, não poderia ter ninguém, e as poucas pessoas que tinham ficaram reservadas. Não teve despedida, e nem aquele ritual de um "último adeus", ou simplesmente um até logo! Agora Mãe, restam-me lembranças de tudo o que vivemos juntos, dos seus beijos, abraços e conselhos... faltou um até logo, um adeus! Mimha última palavra antes de entrar naquela UTI foi: "Vai ficar tudo bem, vai dar tudo certo". Não deu, e nem pude me desculpar por isso. Mas aqui te peço:"me perdoa por acreditar em mim que ficaria tudo bem". Sempre te levarei em meu coração minha amada mãe, minha eterna mãe. Eu te amo muito, e sempre amarei. Saudades diárias! De um filho, o teu único filho, que te ama muito! ;( Até logo mãe!

De: Kelly Lurdes Carneiro Torres Santos

Para: Kleber Geraldo Torres Carneiro

Querido irmão Hoje, dia 13 de abril faz um mês que você voltou para a casa do Pai. Tem sido dias difíceis de muita dor e saudade, mas também de gratidão. quero que saiba que tenho muito orgulho de tê-lo como meu irmão. Você só plantou amor por onde passou, deixou só lembranças boas em mim. Não me despedi de você como gostaria e como você merecia, mas o nosso amor fraterno transcende a tudo isso, tenho certeza de que você o sentiu na sua partida. Siga seu caminho em paz, com muita luz e muito amor. Te amarei para sempre...

De: Marina Bovo Junqueira

Para: Estevam Junqueira de Oliveira

Querido filho Estevam
Boa tarde meu filho papai e mamãe está aqui para escrever uma linda carta de amor para você .Quero iniciar a falar quanto nosso amor e verdadeiro por você antes mesmo do nosso planejamento reencarnação aqui na terra levando muitos ensinamentos para poder colocar em prática na parte material eu ,seu pai e você criamos um laço primeiro no plano espiritual para depois vim no material nós escolhemos o planeta Terra com os ensimentos de irmãos de luz estando ao nosso lado trazendo projeto de como iria cuidar de você aqui na terra e nos três iriamos aprender juntos levando amor e alegria.Quero começar dizer me perdoe algum momento que não tive paciência com vc ,mais seu sorriso me dava mais calma meu coração a minha aflição era a dor no seu corpo as suas dores passavam para mim eu queria ter ficado no seu lugar muitas vezes.Estevam no dia da sua partida eu queria perdi perdão não está ao seu lado no hospital mais tenho certeza que nossos irmãos de luz estavam ao seu lado te protejando e guiando vc para aliviar as suas dores físicas e trazendo remédio e cirugia para seu perispírito e tratamento necessário a cada dia no mundo espiritual tenho certeza que a equipe dos espíritos de luz que fazia parte da nossa prece como Bezerra .Isamel y Alonso ,alzirinha ,meimei e Chico Xavier e Jesus .e nosso irmãos que nessa vida foram minha vó ,vovó ,tio, primo e amigos nossos e conhecidos tbm tenho certeza que por ele vc foi bem amparado por eles na sua chegada agora quero dizer que amo muito você e nosso amor e verdadeiro e eterno soi eternamente grata por vc ter me escolhido como sua mãe e ter escolhido seu pai Tiago tbm tenho certeza que vc nos ama muito tbm .Quero lembrar seus sorrisos e das suas brincadeiras e conversar comigo e com seu pai também.Somos eternamente Grato. Logo iremos nos encontramos novamente .Te Amamos muito!